Vereadora Dedê

Iniciou pronunciamento parabenizando alunos de Várzea Alegre pelos bons resultados obtidos no ENEM.

Aproveitou a oportunidade para parabenizar a Escola do Mickey pelos relevantes serviços prestados a Várzea Alegre.

O ensino privado promovendo avanços na educação de Várzea Alegre.

Sobre o carnaval, cobrou das autoridades todo apoio na questão da segurança.

De nada adianta um bom carnaval se não há segurança.

Cobrou da gestão mais respeito aos vereadores e que se digne em responder aos requerimentos por eles enviados.

É o mínimo.

Vereador Michael

O vereador cobrou da administração isonomia no trato com a categoria de enfermeiros.

Michael cobrou com firmeza fiscalização da prefeitura sobre os aterros irregulares na cidade, o que vem entupindo as galerias pluviais e causando sérios transtornos aos moradores. Leia Mais

Pedro Bitu

Pedro Bitu cobrou do prefeito reajuste imediato das categorias de ACE’S e ACS’S.

Segundo o vereador, o prefeito até o momento ainda não recebeu o sindicato em audiência e ainda convidou Antonio Alcântara a acompanhá-lo nessa luta.

Aliás, Antonio Alcântara já se manisfestou, em plenário, em defesa da categoria.

Prefeito Zé Hélder com a palavra!

Pedro Bitu

O operante vereador cobrou do prefeito piçarramento de ladeiras.

Ao falar sobre as dívidas do FGTS que penalizam as pessoas, perguntou ao vereador Márcio Henrique se ZH ou outro secretário havia respondido a pronunciamento seu sobre o tema.

Foi além e afirmou que já tem respostas, mas não enviadas pela gestão e sim por trabalho proficiente do sindicato dos servidores.

Segundo Pedro Bitu, o sindicato já propôs ações judiciais e o município vem sendo condenado nas instâncias iniciais.

Falou grosso e afirmou que não adianta aqui se botar culpa apenas nos gestores adversários.

Pedro Bitu cobrou fiscalização completa, doa a quem doer.

Zé Batista

Zé Batista, em gesto de grandeza, conclama colegas vereadores a buscarem projetos de melhoria para comunidades rurais. Propôs-se a ajudar.

Ainda, detalhou os projetos que escolheu priorizar.

 

Câmara proíbe Adriana

Adriana foi impedida de adentrar ao plenário para assessorar bancada de oposição.

Inaceitável.

Oponente sugere reunião urgente. Pauta: analisar aspectos jurídicos da proibição.

Independente disso,

Uma vergonha!

Estão temendo o que?

Cadê a transparência anunciada?

Tudo mentira!

Front Guga’s Bar

Nesse carnaval oponente lança uma campanha: não compre o “front stage”, muito menos o camarote.

É a melhor forma de evitar que o seu dinheiro vá parar nas mãos de sujeitos ocultos.

Você não vai comprar um camarote caríssimo para ver essas bandas que estão anunciando aí, vai?

Vai ser melhor no Guga’s Bar!

Boca no trombone I

Oponente espera que após explosão de doenças por absoluta falta de ação da prefeitura, o prefeito não repita o que fez em suas primeiras gestões: esconder as notificações.

Bom seria se o prefeito não botasse pra frente essa idéia de “consertar” 7 mil metros de calçamento e de reformar 700 tampas de esgotos.

Prefeito, pegue esse dinheiro – meio milhão de reais – e bote na saúde e faça um grande esforço para ajudar as pessoas. A secretaria de saúde está para ser internada.

Daqui pra frente tudo vai ser diferente!

Boca no trombone

Oponente recebe dezenas de denuncias. Secretaria de saúde bate recorde.

Lá, segundo informantes, falta tudo.

Estamos em período delicado, a dengue explode após as chuvas, sem falar em outras doenças que têm na prevenção as formas mais eficazes de combate.

Mas não se enfrenta se não investir, aparelhar.

Oponente pede: Se você tem informações, mande pra nós.

Por favor, mande!

Quem ganha é o povo.