Politicagem

Oponente reviu todas as sessões da câmara e não constatou, em nenhum momento, nenhum dos vereadores de oposição defender a servidora que hora vem sendo acusada pela situação de receber indevidamente a quantia “vultosa” de algo em torno de 3 mil reais.

A única ressalva da bancada de oposição foi que a acusada seja ouvida e exerça o seu constitucional direito de defesa.

O que passa disso trata-se de politicagem das mais rasteiras contra uma simples ex-servidora.