Eis o dilema: ZH processa o adversário, mas o assunto rende; ou abafa o caso, mas não processa Chico e Zé.

Pois é isto: a audiência está marcada para o dia 10 de junho, Zé Batista reúne papelada consistente, vai mostrar que possui imunidade para desempenhar seu papel de vereador, e, se for condenado por denunciar, que seja também a FUNASA, que condenou ZH, e os procuradores, que denunciaram à Justiça Federal que ele desviou dinheiro.

Ao que parece, esse assunto vai render.